BLOG MEU IDEAL

Tudo o que você precisa saber sobre Marketing de Relacionamento e todos os seus segredos.

Conheça os tipos de empresas e como elas funcionam

Tipos de empresas

Variados tipos de empresas se fazem presentes no nosso cotidiano por causa da existência de diversas formas de trabalho e atividades que podem ser realizadas. E é essa variedade que traz maiores possibilidades de trabalho efetivo e funcional.

Muitas pessoas têm o sonho de abrir um negócio próprio, seja para poder ter mais flexibilidade no horário de trabalho ou então para ser o “seu próprio chefe” e assim conseguir uma maior autonomia quanto a sua rotina e aos seus lucros.

Além dos fatores ditos anteriormente, a liberdade financeira também é algo muito desejada. Por isso, os tipos de empresas são muitas vezes contemplados como uma saída ou solução para adquirir a mesma.

Para ter uma ideia dessa grande diversidade é interessante verificar a quantidade de empresas que existem no Brasil, atualmente, 2019. O número chega a 20 milhões de empreendimentos e quase 70% são pequenos negócios.

Dessa forma,caso você tenha algum objetivo de começar a empreender, descubra no conteúdo quais são os tipos de empresas existentes. E após analisá-los saiba como eles funcionam, e assim consiga estipular qual é o modelo ideal para dar início ao seu negócio.

Com esse objetivo, será contemplado também as principais diferenças entre os modelos de empresas, e um pouco do lucro que os mesmos proporcionam.

CTA 11 PASSOS PARA O SUCESSO

Confira nos tópicos a seguir:

  • Tipos de empresas
  • Portes empresariais
  • Abra a sua empresa

 

Tipos de empresas

Os tipos de empresas são as formas de organização de um negócio próprio. Vamos analisar quais existem a seguir:

 

Microempreendedor Individual (MEI)

O MEI é um empreendedor que resolve fazer o seu trabalho individualmente. E para ter uma melhor organização e regulamentação, cria a sua empresa.

Muitas pessoas que realizam um trabalho freelancer e buscam tornar o mesmo em sua principal fonte de renda ou oficializar seguem esse caminho.

Dessa forma, começam o seu trabalho autônomo respondendo por todas as suas ações e atitudes no negócio.

Caso você busque essa oficialização para algum trabalho, o Portal do empreendedor oferece a possibilidade de regulamentação.

A grande mudança ao sair de um serviço sem formalização e abrir a sua empresa, é que ao fazer o MEI, a cidadania empresarial vem junto, e elementos como um próprio CNPJ, aquisição de direitos e benefícios também serão abrangidos.

Com a intenção de tratar um pouco melhor do assunto, vamos verificar um compilado dos seus principais atributos:

 

Vantagens

  • Maior autoridade perante um freelancer no mercado de trabalho;
  • Aquisição de cidadania empresarial;
  • Autonomia.

 

Desvantagens

  • Restrição quanto ao número de funcionários: não pode passar de um;
  • Não pode faturar mais que R$60 mil anualmente;
  • Necessidade do pagamento de taxas para a constante regulamentação da empresa.

 

Diferença entre MEI e EI

Qual tipo de empresa escolher?

Já vimos as questões relativas ao MEI, mas você sabe qual a diferença dele para a empresa individual (EI)?

A grande diferença está no fato da EI abranger mais funcionalidades. Enquanto o MEI permite um lucro de até R$60 mil por ano, com a EI essa questão é resolvida e você pode expandir o seus lucros.

Então, uma empresa individual é interessante para quem tem um rendimento maior em seus negócios, ou estipula um crescimento contínuo de mercado e lucros para a sua empresa.

Características de cada modelo de empresa: 

Empresa Individual (EI)

Depois de ter verificado a diferença entre MEI e EI, vamos às questões atreladas a uma empresa individual:

Na empresa individual o dono dela é totalmente responsável pelas ocorrências e fatos ligados a ela, tanto é que o nome da empresa leva o nome do mesmo, e caso a pessoa queira atribuir outro nome , esse será o“nome fantasia”.

Outro fato que mostra essa responsabilidade atribuída ao dono da companhia, é que o mesmo terá a obrigação de se despender de uma parte do seu patrimônio pessoal  para cobrir possíveis dívidas criadas.

 

Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli)

Formada por apenas um sócio, exige um capital de pelo menos 100 salários mínimos para ser aberta.

Esse sócio tem algumas atribuições e elas são:

CTA 11 PASSOS PARA O SUCESSO
  • Tomar as decisões sozinho;
  • Responde financeiramente pela empresa até o limite do seu investimento inicial;
  • Tem o seu patrimônio pessoal e nome separados da empresa.

Principal diferença entre MEI e Eireli

Com base no que foi mostrado, podemos concluir então que a principal diferença entre MEI e Eireli é que enquanto a primeira associa a empresa totalmente à pessoa, a outra faz uma separação entre os dois.

Porém, existem mais facilidades para abrir uma MEI, pois não exige o capital inicial de 100 salários mínimos. 

Sociedade Empresária Limitada (Ltda.)

Nesse tipo de empresa existem dois ou mais sócios. Os quais são responsáveis tanto pela parte administrativa quanto financeira do negócio.

Essas questões são organizadas de acordo com o capital que os mesmos aplicaram na companhia, e conforme as cláusulas pré estipuladas no contrato social, que é justamente a formalização dessa sociedade. 

Sociedade Simples (SS)

Semelhante a Ltda., porém é destinada à atividades técnicas, científicas e intelectuais. Exemplo: Um grupo de arquitetos resolvem abrir uma empresa juntos.

 

Sociedade Anônima (SA)

O capital investido é dividido em ações da empresa.

  • SA de capital aberto: vende ações na bolsa de valores;
  • SA de capital fechado: é dividido em ações apenas para os sócios e convidados. Sendo assim, fechado para o público de fora.

 

Portes empresariais

Portes empresariais

Depois de ver alguns dos tipos de empresas é interessante conhecer a sua classificação conforme o porte concebível em cada uma.

Por isso, para ter uma base em relação aos valores e estrutura de cada uma, usamos como referência algumas informações fornecidas pelo Banco Nacional do Desenvolvimento.

  1. Microempresa (ME): empresa que fatura no máximo R$360 mil por ano;
  2. Empresa de pequeno porte (EPP): têm faturamentos maiores que uma ME e o seu faturamento máximo vai até R$3,6 milhões anuais. Está enquadrada no Simples Nacional, um regime tributário, e por isso não pode exercer atividades que fogem as definições preestabelecidas por ele;
  3. Empresas de médio porte: acima de R$16 milhões até R$90 milhões por ano;
  4. Médio/Grande: R$90 milhões atá R$300 milhões por ano;
  5. Grande: após R$300 milhões anuais.

 

Abra a sua empresa

Agora que você já sabe quais são os tipos de empresas existentes escolha uma que mais se adequa às características de negócio pretendidas.

Portanto, para isso pense: o que pretende realizar?Qual proporção pretende que esse negócio tome nos próximos meses e anos? O seu planejamento atenderá o tamanho e as especificações desse modelo de negócio?

Também, não se esqueça de estipular os lucros e metas que você espera alcançar e assim faça uma escolha mais assertiva quanto o meio empresarial que irá abrir.

Caso queira mais dicas de empreendedorismo, acesse o nosso conteúdo de como ser um empreendedor de sucesso e assim trace a sua jornada de dono de um negócio próprio da melhor forma possível.

E para finalizar, basta apenas seguir os passos: definir em que ramo pretende atuar, assim como verificar o enquadramento do mesmo quanto aos tipos de empresas. E por fim tirar o seu negócio do papel, rumo ao sucesso profissional!

CTA 11 PASSOS PARA O SUCESSO

Deixe uma resposta

WhatsApp chat