BLOG MEU IDEAL

Tudo o que você precisa saber sobre Marketing de Relacionamento e todos os seus segredos.

Venda direta: o que é e como você pode se beneficiar com ela

Imagem com cifrão, tabela e um homem clicando em cima

Você tem alguma habilidade na prática da venda direta? Vamos te apresentar em detalhes o que é esse modelo de negócio e as formas de você tirar o maior proveito disso e obter lucro!

Tudo começa no final do século XVIII: esse é o período das primeiras notícias que se teve sobre venda direta no mundo moderno. A “sacada” foi da Enciclopédia Britânica, uma das primeiras empresas a adotar esse sistema.

Agora, em pleno século XXI, esse modelo segue, e em constante crescimento: só no Brasil, em 2017, foram comercializados cerca de 2 bilhões de produtos e serviços por venda direta, uma geração de R$ 45,2 bilhões em volume de negócios.

Desse jeito nem é preciso dizer que trabalhar com venda direta foi algo que deu muito certo em nosso mundo, não é mesmo?

Isso porque, além dos números, a venda direta tem forte impacto na ascensão econômica das famílias, trazendo mais conforto, melhorias e garantia de renda extra!

CTA 11 PASSOS PARA O SUCESSO

O que é venda direta

Contato pessoal é a palavra-chave que define o que é venda direta. Um sistema de comercialização de bens de consumo e serviços, feito entre revendedores e compradores, sem o ambiente de um estabelecimento comercial fixo.

Assim, o mundo dos negócios pode conceituar esse tipo de sistema, pois é um método de distribuição e venda que depende diretamente da forma de trabalho dos revendedores.

Ou seja, a venda direta pode acontecer tanto pelo produtor/servidor como por um representante (mais frequente). Diferente de vendedores CLT, que podem ter comissão pelo produto, mas não ganham exclusivamente pela comissão da venda do mesmo.

Se dividirmos em grupos, vendas diretas quando você é um revendedor, se apresentam como alternativa ao emprego tradicional. Você tem a possibilidade de trabalhar em horários flexíveis, ganhar conforme sua dedicação e crescer como pessoa e como profissional.

Já para o consumidor, representa um tipo de atendimento muito mais personalizado, que não tem espaço no modelo de varejo tradicional.

Por fim, trabalhar com venda direta, para a sociedade, é uma forma de minimizar os impactos do desemprego, com a complementação de renda familiar e trabalho para as minorias.

Modalidades para trabalhar com venda direta

Não existe apenas uma forma de praticar vendas diretas, indo sempre de acordo com o perfil de cada empresa. Apresentamos aqui as quatro principais maneiras desse modelo de negócio:

Porta a porta

Também chamado de door to door, esse é modelo mais tradicional das vendas diretas. O revendedor faz visitas nas casas, locais de trabalho ou estabelecimentos do cliente para demonstrar as características do produto, ou serviço e suas vantagens.

Nesse modelo, a venda pode ser efetivada logo após a demonstração, ou então posteriormente.

Catálogo

O revendedor entrega um catálogo aos potenciais clientes, para que escolham os produtos ou serviços de sua preferência com mais tempo, e façam seus pedidos depois.

No caso desse tipo de venda direta, a utilização acontece quando os produtos e serviços e/ou a marca já são bem conhecidos pelo consumidores.

Evento social

Pode ser através de uma demonstração na casa de um consumidor em potencial, que reúna amigos e familiares, por exemplo. Locais de trabalho também podem receber esse tipo de apresentação.

Para essa negociação, o foco é apresentar os produtos ou serviços para mais pessoas ao mesmo tempo, além de fortalecer o vínculo do revendedor com seus clientes.

Internet/redes sociais

Essa é a modalidade de vendas diretas que mais cresce, por permitir que revendedores atinjam um grande número de clientes em potencial.

Dessa forma, redes sociais, sites ou aplicativos possibilitam o envio de catálogos eletrônicos e vídeos, além de tornar o contato muito mais dinâmico, sem perder a essência do relacionamento pessoal.

E você pode se perguntar: mas é preciso escolher apenas um desses modelos para trabalhar com venda direta? A resposta é com certeza não!

Inclusive, há exemplos de empresas que atuam no ramo e estão presentes em todas as modalidades, como é o caso da Anne Caroline Global.

Assim, a empresa de cosméticos, que aplica nanotecnologia em seus produtos, dá importância para todas essas práticas de venda direta, além de se preocupar em mudar a vida de seus consumidores e os revendedores de seus produtos.

CTA 11 PASSOS PARA O SUCESSO

7 vantagens da venda direta

A principal delas é a autonomia! Imagine não precisar depender de ninguém, apenas do seu próprio esforço e das suas escolhas para obter o sucesso que deseja.

É assim que começamos a analisar as vantagens das vendas diretas, e temos mais 7 exemplos para te mostrar:

Crescimento do mercado

Venda direta

Muito espaço para crescer e um público aberto para recebê-lo. Esse é cenário do mercado de vendas diretas, com potencial crescimento, pois os clientes valorizam um atendimento e negociação personalizados.

Para os revendedores a vantagem é ter cada vez mais empresas aderindo a esse modelo de negócio. E para o lado das empresas, o mercado cresce, mas continua segmentado para elas, já que nem todas escolhem essa prática de venda.

Horário flexível

Imagine poder se organizar de acordo com a necessidade e disponibilidade dos seus clientes, e também de acordo com a sua rotina. 

Isso é o que as vendas diretas também trazem, já que você não precisa cumprir uma carga horária definida, como numa empresa tradicional. O foco é entregar resultados.

Mais tempo com a família

Essa pode ser até uma consequência do tópico anterior: com a flexibilidade de horários, você tem muito menos restrições para estar junto das pessoas que são importantes na sua vida!

Ganho de acordo com a produtividade

Seu esforço é diretamente proporcional ao ganho que você terá. Essa deveria ser a lógica de qualquer atividade visando recurso financeiro, mas na venda direta isso realmente funciona!

Custo reduzido

Para as empresas, esse modelo reduz custos consideráveis em suas finanças, além de outros indiretos. Podem ir desde recursos humanos e estrutura física, até investimentos em divulgação.

Proximidade do cliente

Esse é outro benefício para os revendedores ao trabalhar com venda direta. O relacionamento frequente aumenta as chances de receita recorrente, fidelização e até indicação para outros potenciais compradores.

Nesse sentido, pode ser construída até mesmo uma relação de amizade entre revendedor e cliente, e possibilita ainda colher feedbacks, e ter uma percepção mais clara e realista sobre os produtos e serviços.

Treinamentos

Principalmente no início da jornada dos colaboradores, e no decorrer também, para melhores resultados e mais motivação, muitas empresas oferecem treinamentos, workshops e oficinas a seus revendedores.

Isso contribui na formação pessoal e profissional, trazendo cada vez mais resultados maiores e melhores.

O que falta pra você se jogar nesse mercado?

Agora que você teve acesso a todas as informações sobre o que é e as vantagens desse setor, por que não entrar para esse mercado?

Antes de tudo, ficou muito claro que o desemprego e a falta de renda extra simplesmente não atingem esse modelo de negócio! Grande motivo pra você ter a certeza de que pode sim valer a pena.

E para fazer parte da venda direta, é importante pesquisar opções e ver com o que você mais se identifica. A Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) tem uma lista de empresas regulamentadas no marketing multinível, é só conferir.

Por fim, a partir da sua decisão de fazer parte desse modelo de negócio, é fundamental se dedicar a treinamentos e cursos que vão te preparar ainda mais para esse mercado.

Um deles é a plataforma de cursos Meu Ideal, cheia de conteúdos com estratégias e técnicas para te motivar e, principalmente, te capacitar a atingir todos os seus objetivos!

CTA 11 PASSOS PARA O SUCESSO


Equipe Meu Ideal

    5 Comentários

    Rosana Nascimento Publicado em13:36 - 28 de novembro de 2019

    Post muito esclarecedor sobre venda direta. O conteúdo é muito bom!

    Luciana Pereira Publicado em14:25 - 28 de novembro de 2019

    eu trabalho como revendedora de produtos de cosméticos e é bem flexível mesmo, queria saber como vender também na internet pelas redes sociais eu só uso o zap mesmo para falar com clientes.

    Edson Publicado em16:30 - 9 de dezembro de 2019

    Venda direta é indicada para resultados a curto, médio ou longo prazo?

      Equipe Meu Ideal Publicado em14:25 - 11 de dezembro de 2019

      Olá Edson, tudo bem?

      Excelente pergunta, a venda direta é indicada para aqueles que desejam uma renda extra, mudar de vida e ser empreendedor. Ou seja os resultados vem conforme seu esforço e sua necessidade. Na venda direta, você decide qual será o resultado aplicado.

      Abraços,

      Equipe Meu Ideal

    Deixe uma resposta