BLOG MEU IDEAL

Tudo o que você precisa saber sobre Marketing de Relacionamento e todos os seus segredos.

O que é e o que faz a ABEVD?

ABEVD é uma entidade sem fins lucrativos que apoia e representa as empresas de marketing multinível no Brasil. Você sabia que as atividades do ramo são regularizadas aqui no país? Confira tudo sobre a ABEVD neste post!

É muito comum que as pessoas pensem que o marketing multinível é crime porque acham não é legalizado, que não tem um sindicato por trás ou, porque pensam que toda empresa de MMN trabalha com o esquema de pirâmide. 

Por conta disso, a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) existe justamente para ajudar na regulamentação das atividades de empresas de marketing multinível no Brasil. 

Talvez você não saiba, mas o setor de vendas diretas no país movimentou R$ 45,2 bilhões em 2017 e envolve mais de 4,1 milhões de representantes. 

Por isso a necessidade de uma entidade como a ABEVD atuar e auxiliar todos os envolvidos.

O marketing multinível ajuda empreendedores independentes que atuam como revendedores de produtos de saúde, beleza, utilidades domésticas, vestuário, alimentos, joalheria, entre muitos outros. 

E a ABEVD tem uma parte muito importante em todo esse processo.

Entenda neste post tudo sobre essa entidade, seu trabalho e o papel dela junto às empresas associadas. Saiba também se o marketing multinível é crime ou não e se o marketing multinível é piramide, ou não. Boa leitura!

O que é a ABEVD e sua história

A ABEVD é uma entidade sem fins lucrativos, que foi criada em 1980, para promover e desenvolver a venda direta no Brasil.

Ela também tem o papel de representar e apoiar empresas que comercializam produtos e serviços diretamente aos consumidores finais.

A Associação Brasileira das Empresas Vendedores de Mercadorias a Revendedoras a Domicílio (Domus), nasceu em 1979 na cidade de São Paulo.

Aliás, sua criação foi apoiada por empresas como Avon, Natura, Vogue, Jafra, Yakult, Tupperware, entre outras.

Já em 2001, a Domus se tornou ABEVD e alcançou a fase em que se encontra hoje: uma associação profissional, formada por executivos que se empenham em realizar o objetivo de fazer com que o segmento seja reconhecido pelo público e pelo governo como merece.

Atualmente, a entidade conta com 52 empresas associadas, incluindo grandes marcas reconhecidas pela sua atuação nacional e internacional.

Inclusive, todas seguem o Código de Ética na conduta com vendedores diretos, demais empresas, e consumidores.

A ABEVD é membro da World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA), organização que reúne associações internacionais de vendas diretas no mundo todo. Por isso, segue os códigos de ética implantados por suas filiadas.

O que a ABEBVD faz

A ABEVD tem como missão fortalecer e promover o setor de venda direta no país, representa suas associadas, auxilia na gestão de seus negócios e defende seus interesses. Para isso, a ABEVD atua em diferentes segmentos da sociedade.

Mercado

  • Promove e divulga pesquisas quantitativas e qualitativas sobre vendas diretas;
  • Analisa semestralmente dados do setor;
  • Gera notícias sobre o mercado de venda direta para os meios de comunicação e imprensa.

Governo, empresas e vendedores

  • Tributação mais justa que incide sobre as vendas diretas;
  • Relacionamento ético entre as empresas de marketing multinível e entre elas e seus revendedores;
  • Um relacionamento saudável e ético com o governo, monitorando políticas públicas, decisões e legislações que influenciam nas vendas diretas e subsidiando agentes políticos com dados e informações do setor no país e no mundo para defender seus interesses e manter a boa imagem perante a sociedade.

Com as empresas associadas

  • Divulga boas práticas do modelo de negócio, oportunidades de negócios, experiências e conceitos;
  • Mensura e valoriza a responsabilidade social adotada por empresas do setor;
  • Dissemina tendências mundiais, por meio da parceria com a WFDSA;
  • Oferece cursos e seminários sobre o modelo de vendas para atender aos interesses dos novos associados que estão em fase inicial de atividades.

O que é marketing multinível

O multinível nada mais é do que um sistema de vendas. 

Ele existe a mais de 100 anos e está presente em mais de 100 países. A venda direta através dele é um canal de distribuição entre fabricantes, representantes independentes e consumidor final, com base em um contrato pessoal.

Esse modelo de negócio cria no Brasil gera oportunidades para mais de 4 milhões de pessoas. 

Aliás, o setor Movimenta anualmente mais de USA 14 Bilhões de dólares, segundo dados da WFDSA – a qual a ABEVD é associada.

Então, trabalhando com o marketing multinível, o empreendedor obtém lucro tanto com a revenda de produtos e serviços, como também com a formação de sua própria equipe de vendas, indicando outras pessoas para a sua rede. 

Nesse caso, ele será remunerado pelo resultado da sua rede de revendedores. 

Inclusive, segunda a ABEVD, o Brasil é o quarto maior mercado de vendas diretas do mundo com US$ 14,6 bilhões, atrás apenas dos Estados Unidos US$ 31,6 bilhões, Japão US$ 22,7 bilhões e China US$ 19,9 bilhões.

Porém muitas pessoas ainda tem dúvidas quanto a legalidade desse segmento, e se perguntam se marketing multinível é crime ou não e se marketing multinível é piramide.

Aprenda de uma vez a diferenciar marketing multinível e pirâmide financeira

CTA - PLANILHA - ORÇAMENTO.jpg

É comum que as pessoas pensem que o marketing multinível é crime. Por isso é importante que você entenda que o que difere o marketing multinível do esquema de pirâmide. 

A diferença entre marketing multinível e pirâmide financeira é que, basicamente, o MMN é um canal de distribuição de produtos e serviços; a pirâmide tem foco na captação de recursos para investimento, dependendo de novos associados para sustentar o negócio.

Além disso, no modelo pirâmide o recrutamento de novos participantes é estimulado ao máximo, com a promessa de dinheiro fácil, mas quem realmente ganha são os primeiros que entraram no negócio. 

Ou seja, só algumas pessoas realmente teriam crescimento, as demais sustentariam o crescimento das primeiras. Por isso, o esquema pirâmide é crime.

Outro ponto é que, as pirâmides não costumam oferecer treinamentos para os seus revendedores e os processos são descontinuados com o tempo. Mais um motivo para esse modelo não ser legal como o que é MMN e como funciona de forma positiva.

Pirâmide

Ao entender o que é pirâmide financeira, um dos principais pontos é saber que pirâmide financeira é crime, mas ainda assim surgem muitas dúvidas se marketing multinível é pirâmide.

Nesse sentido, dentro do conceito de saber o que é pirâmide financeira, é de conhecimento geral que há golpes nessa modalidade desde que o multinível existe. 

O sistema depende, basicamente, do recrutamento progressivo de pessoas, sem considerar a venda real de produtos e serviços.

E, os ganhos do esquema vêm, na verdade, de taxas pagas por quem entra no sistema fraudulento que constrói o que é pirâmide financeira.

Entretanto, o esquema é considerado crime porque chega o momento em que o negócio deixa de se sustentar. Quem entrou por último e mantém a pirâmide sustenta apenas os que entraram primeiro; quem chega depois perde o investimento.

Inclusive, é possível afirmar que pirâmide financeira é crime porque isso está previsto em lei. A prática configura crime contra a economia popular pela Lei nº 1.521 de dezembro de 1951. Por isso, a ABEVD está sempre investigando as empresas que não são afiliadas.

MMN

Também chamado de marketing de rede ou MMN, é um modelo de negócio que te traz ganhos tanto pela venda de produtos ou serviços, como por meio do recrutamento de outros vendedores para aumentar a equipe.

Assim, seu faturamento no marketing multinível é proporcional à receita gerada por suas vendas e pelas vendas dos colaboradores que fazem parte da sua rede.

Entenda um pouco mais sobre vendas diretas

A venda direta é um modelo de negócios utilizado tanto pelas grandes marcas como por pequenas empresas, para vender seus produtos e serviços diretamente aos consumidores finais, sem a necessidade de um estabelecimento comercial fixo.

Dessa forma, uma série de intermediários e custos é eliminada. 

Isso porque o contato com potenciais clientes é feito por empreendedores independentes, também chamados de revendedores, consultores, distribuidores, representantes, etc.

Estamos vivendo na era do digital, onde a concorrência é forte e a divulgação ocorre em diversas mídias digitais. 

Mas, o sucesso de qualquer negócio ainda está diretamente ligado à satisfação plena dos clientes. E o modelo de venda direta se diferencia do varejo tradicional nesse ponto. 

O diferencial desse modelo é que ele incentiva o contato pessoal e cria uma relação comercial humanizada. 

Por exemplo, o mais comum é que o representante inclua em sua carteira de clientes seus amigos, familiares e colegas de trabalho, ou seja, pessoas do seu convívio social.

Isso faz com que a confiança nas marcas e a fidelização dos compradores aumentem. 

O papel da ABEVD é dar suporte para todas as empresas e revendedores, para que todas as transações ocorram de maneira legal e todos os direitos sejam respeitados, por todas as partes.

Empresas associadas ABEVD

A ABEVD hoje cuida de mais 40 empresas associadas, que atuam em diversos segmentos do mercado. Todas estão legalizadas e estão dentro dos parâmetros exigidos.

Conheça aqui quem são os responsáveis por um dos setores mais dinâmicos da economia do país estão regulamentados pela ABEVD:

  • DeMillus: vestuário;
  • Rede Fácil Brasil: alimentício;
  • Polishop: eletrônicos
  • Lyconet: software;
  • Herbalife Nutrition: nutrição;
  • Tupperware: utensílios;
  • Anne Caroline Global: cosméticos.

A jornada só começou

CTA 11 PASSOS PARA O SUCESSO

Neste post você descobriu que a ABEVD é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como missão promover e desenvolver a venda direta no Brasil.  

A ABEVD conta com 52 empresas associadas, e todas seguem o Código de Ética na conduta com vendedores diretos, demais empresas, e consumidores.

Além disso, você aprendeu que o marketing multinível é um sistema de vendas, e que a venda direta através dele é um canal de distribuição entre fabricantes, representantes independentes e consumidor final.

Você entendeu também que quem trabalha com o marketing multinível, consegue lucro tanto com a revenda de produtos e serviços, como também com a formação de sua própria equipe de vendas. 

E, o mais importante, ficou claro que a ideia de que o marketing multinível é crime está errada.

A diferença entre multinível e pirâmide financeira é que, o MMN é um canal de distribuição e a pirâmide tem foco na captação de recursos para investimento, dependendo de novos associados para sustentação do negócio.

E o papel da ABEVD é controlar e verificar possíveis fraudes.

Portanto, se você planeja se associar a uma empresa de MMN, é importante que você verifique se a mesma é associada da ABEVD.

Equipe Meu Ideal

    Deixe uma resposta

    WhatsApp chat