BLOG MEU IDEAL

Tudo o que você precisa saber sobre Marketing de Relacionamento e todos os seus segredos.

Conheça os benefícios de ser Microempresário Individual

como ganhar uma renda extra

Muitos empreendedores deixam de formalizar seus produtos ou serviços por medo de não suportar as burocracias e taxas geradas sobre o faturamento de seus negócios. O MEI surge como uma iniciativa para formalizar os empreendedores informais, facilitando os processos e reduzindo as taxas recolhidas. Conheça as vantagens de ser MEI.

O que é MEI?

Microempreendedor Individual (MEI) é o pequeno empresário formalmente registrado que oferece, sozinho, produtos e serviços de diversas naturezas. Para ser MEI, é preciso que seu faturamento anual máximo seja de até R$ 81 mil, de acordo com a Lei Complementar nº 155, publicada no dia 28 de outubro de 2016 e que trouxe alguns benefícios para as micro e pequenas empresas. Seu ramo de atividades precisa estar coerente aos parâmetros da Lei Complementar Nº123/2006. Para mais informações, assista ao vídeo elaborado pela Receita Federal. 

Os benefícios de ser um Microempresário Individual

Sendo um programa que visa facilitar o ingresso formal do empreendedor informal, o MEI oferece vantagens atraentes. Confira os principais benefícios de ser MEI.

Tributos menores

Além de custos reduzidos, o MEI pode optar pelo Simples Nacional, o que isenta o empreendedor de tributos federais. As taxas recolhidas pelo Simples Nacional são unificadas em um único documento cujo valor é fixo e reduzido, variando entre R$45 e R$50, conforme a natureza de seus negócios. 

Emissão de Notas Fiscais

Possuir um registro de microempreendedor possibilita a emissão de Notas Fiscais com validade fiscal e jurídica, o que é importante para a prestação de serviços ou venda de produtos para pessoas jurídicas. Com auxílio de um Certificado Digital e-CNPJ, o MEI pode emitir e consultar emissões de notas fiscais a qualquer momento.

Benefícios da Formalidade

Além de estar dentro da legalidade e não correr o risco de ver os negócios barrados pela informalidade, o MEI, em posse de um CNPJ e enquanto pessoa jurídica, tem direito a produtos, crédito e serviços bancários exclusivos para empresas.

Registro gratuito e sem taxa de adesão

Para se tornar um MEI não há nenhuma taxa de adesão e pode ser feito sem burocracia. As únicas taxas recolhidas são o montante mensal já mencionado acima. 

Custo com funcionário reduzido

O MEI tem direito a contratação de um funcionário que ganhe um salário mínimo ou equivalente ao piso da categoria. Os encargos gerados pela contratação de um funcionário também são reduzidos.

O MEI ainda possui Cobertura Previdenciária e direito a Emissão de alvará pela Internet. Por isso, muitos dos empreendedores informais começam a se formalizar e aproveitar de sua condição oficial.

Conteúdo produzido por: Certisign

Deixe uma resposta

WhatsApp chat